Compare Lista de Desejo (0)
Tem alface no prato: Mãe, eu não quero esta folha!!!
Tem alface no prato: Mãe, eu não quero esta folha!!!



 

Sabemos que não é muito fácil, ensinar seu filho a comer salada. Mas a maior dificuldade é com você mesmo que já tem um certo preconceito contra a salada.

Em nossa cabeça já está pré determinado que comer salada é fazer dieta e algo sem graça. É bem difícil você ver alguém dizendo: “Nossa! Hoje tô super afim de comer salada”.

Mas você precisa entender que o seu filho ou filha não tem esse pré conceito ainda e cabe a você não criá-lo.

 Portanto, praticamente está em suas mãos fazer com que a criança não “enxergue” da mesma forma que a maioria dos adultos encara uma salada.

Quando falar sobre comer uma salada, coloque sempre como algo positivo, bom e nunca como uma obrigação.

Agindo dessa forma, tenha certeza que será bem mais fácil ensinar seu filho a comer salada.


Que tal algumas dicas para começar bem esta lição?

 

Prepare Juntos...

O lado legal da salada para as crianças, é que pode ser muito divertido de fazer juntos.

Elas vão adorar, porque uma boa salada é feita de vários ingredientes e temperos bem misturados, e criança gosta muito destes “cenários”.



Dá só uma conferida na variedade de ingredientes que você pode escolher. Elas nem imaginam mas você pode sugerir a colocação de algumas frutas, isto vai motivá-las ainda mais.

 

Então, aproveite o clima e comece a fazer saladas em casa com o seu filho. Deixe tudo separado e pronto.

Procure utilizar ingredientes coloridos como cenoura, tomate, alface, beterraba e por aí vai.

Aí você chama as crianças, mostra como, e deixa que elas misturem tudo! Se você quiser, pode até deixá-las temperar, que tal?

Azeite, sal e só. No início deixa o limão, mostarda, enfim tudo que é azedo de lado, pois eles podem não serão bem vindos.

Depois você pode ir adicionando estes temperos devagar, para que elas se acostumem.

 

Olha só quantas coisas boas: alface de vários tipos, milho, tomate picadinho ou cereja, mussarela de búfala, uva passa, amêndoas laminadas, nozes picadas, cenoura, brócolis, damasco, maça, pêra, pepino, palmito, espinafre, rúcula.

Quando você for no mercado poderá achar mais sugestões além destas.

Quanto mais colorido melhor. Deixe que as crianças escolham o que elas querem, coloque em um bowl e como dissemos anteriormente, deixe que elas misturem com as mãos.

Coma salada na frente das crianças

Não tem nada que estimule mais uma criança a fazer algo, quando ela vê que seus pais fazem.

Normalmente a criança come salada, depois que vê você todos os dias, repetidamente fazendo a salada e comendo em seguida.

Quando você é o exemplo, elas acabam ficando cheios de curiosidade e acabarão experimentando. Logo, acaba virando costume.


Não misture, ofereça antes da comida normal

Uma das melhores formas das crianças experimentarem algo diferente é quando eles estão com fome.

Por isso, ofereça a salada como entrada, e não junto com a comida normal, que para elas terá um apelo maior.


Para estimular mais ainda, use frutas

Uma ótima solução para estimular as crianças a comer salada é adicionar frutas como pêra, maçã, damasco e outras.

Elas tem um gosto mais adocicado e geralmente as crianças gostam.

Bem, essas são as nossas dicas para o seu filho comer salada. Não se esqueçam de comentar em nosso face, sobre o que acharam das nossas matérias.

      

P.S.: Imagine seu filho indo para a escola  com o Patati Patatá?   

Se você é fã do Patati Patatá não pode deixar de conferir os produtos da   dupla mais amada do Brasil!   
Link da loja: 
 https://www.dimmes.com.br/loja/index.php

Se você gostou deste post, compartilhe para seus amigos...
Link deste post: 
https://www.dimmes.com.br/loja/index.php?route=blog/article&article_id=27

Faça também um comentário sobre o que você achou deste post!
Link para fazer comentário:
xxxxxxxxxxxxxxxx


Cadastre-se Em Nossa Lista VIP e
     
   
     
 
DDD+N0.TEL.
(opicional)
 
Este produto está indisponível no momento. Informe seu email para enviarmos um email avisando quando estiver disponível novamente.